quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Vendendo a alma...

Quando você está atrás de algo que quer muito, topa o pagar o preço, topa vender a alma.

Então você sai fazendo concessões aos seus padrões morais, vai esquecendo o que é ética, vai abrindo excessões para si mesma, vai se destruindo -como se, chegando ao tão sonhado objetivo, você pudesse recolher os cacos de si mesma para se reconstruir igual ou melhor do que era antes.

Mas conforme você se despedaça em cacos, você esquece qual era seu sonho e o porquê você quer chegar lá. Então você pode até tentar, como João e Maria, seguir as migalhas pelo chão.

Estou começando a tentar recolher as minhas.

A sensação que eu tenho é que a floresta é escura e fria, e que eu não vou encontrar o caminho de volta.

Talvez não queira mesmo encontrar. Talvez seja melhor não encontrar. Talvez fosse melhor que eu nunca tivesse seguido essa estrada. Talvez dê tudo certo. Talvez não dê em nada.

Quem disse que as dúvidas acabam na adolescência? rs...

Voltamos a turma dos loucos e drogaditos, das putas e dos viados... essa turma do teatro, já que é assim que muita gente ainda nos vê.


Pra fechar o post de hoje queria deixar umas palavras que tão martelando na minha cabeça desde antes das minhas férias. O que elas significam? Me diga você!


"A gente sempre destrói aquilo que mais ama

em campo aberto , ou numa emboscada;

alguns com a leveza do carinho,

outros com a dureza da palavra;

os covardes destrem com um beijo,

os valentes, destroem com a espada."


Oscar Wilde, Balada do cárcere de Reading.


Beijos doces pra todos e abraços apertados

Dani Lima ;)


5 comentários:

Hebertt disse...

Aha ainda bem que voltou ,eu entendo sua duvidas e nos temos duvidas por toda a vida e depois da adolescencia elas só vão crescendo.Talvez esas palavras da sua ferias tenha sido para o seu Ex namorado e sobre o beijo que você deu nele . A kkk não se preocupe a senhorita nerd não nada serio não . KKK ainda quero você

fred disse...

Tem um meme pra você lá no meu blog, Danielle.
Beijos

Duanny!. disse...

ah Danii.
Acho que por mais dificil que possa ser, você tem que parar de ouvir os outros e ouvir você.
Derrepente é sim uma boa ideia fazer Artes cenicas, afinal é isso que você gosta, claro que tbm gosta de Publicidade, mais você tem de fazer o que gosta, não o que mandam você fazer.
xD

beijo

Simone Petry disse...

Olá,

passei para dar uma olhada no seu blog conduzida pelo meme oferecido pelo Fred, e me deparei com o trecho do Oscar Wilde. Adoro este este épico, me inspirei e acabei publicado a última parte toda do poema no meu blog.
Espero que não se importe.

beijo

Simone

Anônimo disse...

me identifiquei totalmente com seu texto.
fiz um acordo comigo mesmo de que venderia a minha alma para poder conseguir viver minhas coisas, por mais absurdas que elas pudessem parecer, já que me dei conta de que falhei em estabelecer metas mundanas e razoáveis para minha vida.
só que agora essas metas realmente estão me parecendo absurdas.
minha alma tá sendo sugada e as coisas que gostava estão perdendo o sentido.
e o dinheiro não tá entrando tanto assim, então cada vez eu sou sugado mais, para conseguir mais dinheiro.
o sonho mais porém ainda longe, ao mesmo tempo que essa força que me moveu a sair do lugar parece que se apagou.
ou seja: estou na inércia dos trabalhos forçados lutando por um amor que não mais tenho.
é triste.