domingo, 8 de agosto de 2010

Sobre decisões definitivas e escolhas...


Certo ou errado... justo ou injusto.. razão ou emoção.. cabeça ou coração...
Não existe uma fórmula certa pra tomar decisões... Afinal, o que é certo e justo pra mim pode ser o oposto pra você... A unica coisa certa na tomada de decisões é que sim... aquele papo de cada escolha uma renúncia e, a gente não pode avançar sem deixar um monte de coisas pra trás, é sim verdade. E me desculpe se você não queria saber disso.
Escolher dói... dóí em quem escolhe, dói pra quem torcia que a escolha fosse outra.. mas ei... a escolha é só sua.. e se você sofre quando tem que decidir alguma coisa, seja bem vinda ao mundo das pessoas grandes e chatas.
 Quando a gente é criança os outros escolhem por nós e se temos que escolher alguma coisa não nos preocupamos de verdade com a repercução disso, então escolhemos os sabores e cores da nossa vida sem culpa... Mas assim que mesmo sem querer somos iniciados no mundo das pessoas grandes e chatas a primeira coisa que temos que fazer é escolher algo, é um rito de passagem. De cara, falam pra gente escolher o que queremos do futuro, pra qual profissão prestaremos vestibular, em que universidade e nos dizem que é isso que vai nos definir como pessoa. Hey baby... se você realmente acha que isso é verdade... sinto muito mais é melhor acordar... o que nos define não são nossas escolhas mas como escolhemos...
Enquanto crianças somos uma flecha sendo lapidada pra ser usada no arco dos nossos pais pra encontrar o sonho que eles tiveram em relação a nós... agora se você vai continuar sendo flecha e vai seguir diretamente e acha que depois disso você não vai mais poder mudar, que você vai ter que ser o advogado formado pelo Usp pela vida inteira e só isso... acorda!!! Vou te contar um segredo... quando eles nos atiram como flechas, de uma forma mágica nos tornamos pássaros, isso mesmo, pássaros, e voamos pra onde nós realmente queremos. Se voamos pro destino pra onde iriamos quando flecha, graças termos virado pássaros a gente pode voar de lá quando quisermos, e podemos ficar também, sem dramas. Claro que seu pai vai achar mais bonito dizer que tem um filho advogado do que um filho ator/palhaço... é mais bonito pra contar nas rodas dos amigos, mas o que dá mais felicidade hein?E ele não quer que você seja feliz? Todo pai quer, sem exceção, a chatice deles é sempre baseada nisso. Não tenha medo de não seguir o destino como uma flecha, nem de não ir pra lugar nenhum e de fazer ninho em outro lugar, não existe certo ou errado, existe apenas uma escolha, das milhares que você vai fazer na vida. Logo mais você vai ter que escolher com quem casar, se vai ter filhos ou não, quantos, se vai seguir na profissão da qual se formou [sim, diploma n é garantia de certeza], se vai continuar num relacionamento ou não, se vai ser feliz ou triste... você vai escolher tudo, a vida inteira, e vai ser sempre... uma eternidade de escolhas com cara de definitivas como no vestibular, mas olha, definitivo mesmo só que a gente morre, nem o que acontece depois é definitivo. Não tenha medo de escolher, não tenha medo de ser egoísta nesse momento, a vida é sua, mas também não ache que é ridiculo ceder numa escolha pra viver mais confortavelmente por enquanto e depois se você escolher mudar de idéia mude.... O problema está só em viver achando que não se pode mudar e psiu... você sempre pode mudar.
Eu??? Tenho tantas escolhas pra fazer...
Como disse... mesmo depois da universidade elas nunca acabam...
E sabe.. já sofri horrores por causa delas... hoje.. tenho menos medo de escolher porque errar realmente é tão comum... e todo mundo tem o direito... então sempre escolho, com um frio na barriga, mas escolho. E tenho sido muito feliz assim apesar das milhares de dúvidas e caminhos que surgem todos os dias... mas já que é só assim que a gente vive... quero mais é viver...e sei que você também quer... não me engana hein? rs...

Beijoquinhas... ;)
Danielle Lima

Um comentário:

jefhcardoso disse...

Rubem Alves escreveu em seu livro, Se eu pudesse viver minha vida novamente,
*Cheguei onde estou por caminhos que não planejei. É um lugar feliz com o qual nunca sonhei.*

Concordo com ele.
Jefhcardoso do
http://jefhcardoso.blogspot.com