sábado, 1 de novembro de 2008

Docemente Subversiva...

"Eu não sou mais uma futura publicitária. Eu não sou mais aquela que fica perdida na cidade. Eu não sou mais a namorada do fulano. Eu não sou mais a pessoa que começou esse blog. Eu não sou mais o que eu era antes.

Mas estou tão confusa que nem sei mais se o que eu era antes realmente era EU. Mas como será que a gente sabe uma coisa dessas?

A lagarta quando vira casulo sabe que está se preparando para virar borboleta?

E a borboleta se lembra quando foi lagarta?

Estou pressentindo que é hora de fazer o meu casulo. A fase da lagarta louca que engole tudo que vê pela frente deve estar passando... ou eu apenas cansei de rastejar de galho em galho.

Danielle quer voar com asas próprias... "

"- Qual caminho devo seguir?
- Depende. Para onde você quer ir?
- Para qualquer lugar...
- Se você quer ir para qualquer lugar, qualquer caminho serve."


Parei... pensei... olhei... e não consegui enxergar muita coisa, minha vista anda meio embaçada... Mas que tipo de óculos eu realmente preciso, o que vai me ajudar a ler melhor ou o que vai me fazer enxergar o mundo de uma forma mais nítida?

Eu sou uma pessoa movida por barulho, não consigo ficar um minuto em silêncio, o silêncio me mata, me aflige, me sufoca... Talvez por isso como diria meu pai estou ficando surda de tanto ouvir, ouço todo mundo, ouço musica o dia inteiro... eu já nem sei qual é meu gosto musical porque na verdade pra quebrar o silêncio qualquer musica serve... Medo do silêncio... Uma vez alguém me disseram que esse meu medo do silêncio era o medo de ouvir a mim mesma, coisa que só se faz bem em silêncio. Realmente eu sempre tenho medo de me ouvir... prefiro tagarelar do que ouvir a mim mesma... escutar meus pensamentos.. meus medos.. minhas crises.. minhas alegrias e meus fracassos...
Ontem eu fiz silêncio.
Venho ensaiado esse silêncio faz uns dias... toda vez que eu começava a me ouvir eu ficava triste porque eu só ouvia ainda o que as pessoas diziam e não realmente EU...
No silêncio que fiz ontem eu me ouvi... claro que foi bem dificil... claro que eu ouvi muita coisa que eu não gostei... mas também ouvi muita coisa que eu gostei... e percebi o quanto eu vivia sufocada por mim mesma... vi o tamanho da tristeza que eu tinha me afundado e que tentava disfarçar com risadas altas... Percebi a quantidade de lágrimas que eu evitei de derramar pra manter o ar de fria e calculista... Percebi o quanto eu tentei me distanciar de todos os sentimentos pra não sentir coisa nenhuma... mas vi que isso só me levou a uma tristeza interior profunda...
Que espécie de pessoa feliz passa horas olhando o nada... ouvindo qualquer coisa e tentando achar meios de esquecer que vive?
Realmente durante muito tempo eu vinha apenas sobrevivendo nesse mundo... não estava vivendo nem um pouco...
Eu preciso de ar... preciso viver... preciso ouvir mais... falar menos... pensar mais... agir mais...
Descobri que sou uma pessoa de excessos... tudo meu precisa ser muito... Se é pra rir, tenho que rir muito.. se é pra chorar, tenho que chorar até os olhos incharem... Se é pra beber, que seja até perder a conta... Se é pra criar, que seja até fazer uma obra-prima... Se é pra irritar, que seja pra pessoa não querer mais ouvir falar meu nome... Se é pra dançar, a música não pode parar nem um segundo e nem os pés reclamando não se pode parar... Se é pra beijar que seja até perder o sentido... Se é pra fazer sexo que seja até cansar... Se é pra odiar que seja profundamente... Se é pra amar,que seja pra sempre.... Se é pra morrer que seja de excessos, porque morrer de ver o nada eu não quero mais...
Se é pra viver.. que seja do jeito Danielle que realmente é... em excesso... em profundidade... em intensidade... chega de meio termos.. chega de disfarçar o silêncio... se for pra ouvir música agora.. que seja apenas pra permear a trilha sonora do meu dia.. não pra esquecê-lo...
Não sei no que vai dar essa vida de excessos... porque relamente eu ainda nem sei direito o que fazer com tudo que eu descobri de mim mesma... mas vou te falar que eu to feliz pra caralhoooooo...

Denovo eu penso....

"- Qual caminho devo seguir?
- Depende. Para onde você quer ir?
- Para qualquer lugar...
- Se você quer ir para qualquer lugar, qualquer caminho serve."

Tô apostando nessa por enquanto... mas só até eu ter certeza da onde eu quero ir... se vai demorar ou não... dane-se.. to feliz agora.. to feliz assim... cansei dessas coisinhas de me importar em ser a pessoa perfeita pros outros... que eu agrade vocês do jeito que eu sou.. fazendo o que eu sei fazer.. do meu jeito... Sei que posso melhorar muito ainda... mas não vou ficar neurótica pra alcançar a disutivel perfeição... porque eu já sou perfeita ao meu modo.... o resto é adaptação...
De uma coisa eu tenho certeza hoje... certeza absoluta... O mundo só anda pra frente e a gente nunca avança sem deixar uma monte de coisas pra trás...
Eu? To avançando... rs...
Ao infinito e além... haahhahahahahha

Tenho que contar uma novidade que me deixou com o ego lá em cima...
Sou a única publicitária da baixada santista finalista de um festival de publicidade...
Cada dia eu tenho mais certeza que meus locos caminhos me levarão ao caminho certo... e que graças ao meu pai não ter me deixado fazer a faculdade que eu queria... que eu encontrei um caminho muito mais delicioso pra mim...
Aiiiii... esse lance de ser minoria em alguns casos como esse é muitoooo boooommm...
Única..única.. única... Agora mexe com a garota humilde... ahahahahhaha
Outra coisa importantissima pra falar... é em relação ao título... "Docemente Subversiva"...
Diego meu hiper amigo/amor... postou no blog dele um textinho pra mim...

"Ah, ela tbm!
Me and my imagination - Docemente Subversivo.
Amo vc Dani L ... "


Hoje eu acordei entre duas canções completamentes diferentes... "Love is gone" - David Guetta (virou até toque do celular... sempre me deixa na vibe essa musica...) e a outra é "Sem Mentira" - Fábio Góes (own... essa é só pra me manter menininha... eu escuto e dá vontade de colo.. sabe Deus o porque esse efeito...rs...)

Beijoooosss Gurizada linda da minha vida....
Dani Lima =D



"Eu já fingi ser muito melhor
Eu já aprendi ser pior
Mas sem mentira.

Eu já fingi ser muito melhor
Eu já aprendi ser pior
Mas sem mentira.

Só de viver no seu mar
De merecer seu olhar
Seu beijo todo dia
E as noites cada vez mais limpas

Só de viver no seu mar
De merecer seu olhar
Seu beijo todo dia
E as noites cada vez mais limpas

Quando eu me vi no seu cais..."







2 comentários:

José Paulo C. F. Chadan disse...

Dani, veja o meu blog, poderiamos trocar idéias e impresspes.

www.cachimbodemelancolia.blogspot.com

jchadan@hotmail.com

abraço

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu